Bem Vindo!

UNIVERSIDADE E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE: propostas em debate

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

R$38,00
OU

Descrição Rápida

Ilma Passos Alencastro Veiga - coord.


Quais são os limites e possibilidades dos programas de desenvolvimento profissional, numa perspectiva institucional, para o exercício da docência na educação superior? A fim de refletir sobre esta questão, os Grupos de Pesquisa sobre "Formação de Professores", da Universidade de Brasília (UnB), e "Profissão Docente e Práxis Educativa", do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), adentraram as realidades de cinco instituições de educação superior no Brasil com a intenção de contribuir para preencher lacunas que se verificam em relação ao desenvolvimento profissional de docentes da educação superior.
Reconhecendo que a natureza, a especificidade, a importância do desenvolvimento profissional docente e, mais especificamente, sua dimensão pedagógico-didática ainda são pouco compreendidas e investigadas, podemos afirmar que o presente estudo se justificou pelos caminhos que podem sinalizar rumos em direção a uma práxis formativa institucional e à criação de uma cultura pedagógica no interior das instituições de educação superior. O processo de desenvolvimento profissional de docentes é uma tarefa que não se conclui. Assim, as reflexões deste livro se direcionam no sentido de fomentar o debate e suscitar novas pesquisas.
A obra está estruturada em cinco capítulos que discutem a concepção, organização e expectativas relativas aos Programas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Universidade Vale do Itajaí (UNIVALE), da Universidade de Chapecó (Unochapecó), da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e da Universidade de São Paulo (USP), considerando suas possíveis contribuições no desenvolvimento profissional docente.


Esta edição recebeu apoio do Centro Universitário de Brasília – UniCEUB e dos Grupos de Pesquisa "Profissão Docente e Práxis Educativa" (UniCEUB) e "Formação de Professores" (UnB).


 


 


 




 


 


Prefácio

Este livro, organizado pela Professora Doutora Ilma Passos Alencastro Veiga, resulta de um trabalho coletivo de professores vinculados aos grupos de pesquisa sobre "Formação de Professores", da Universidade de Brasília (UnB), e "Profissão Docente e Práxis Educativa", do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB). Seu eixo é o debate sobre os cursos de desenvolvimento profissional docente em cinco instituições de ensino superior (IES).
Trata-se de esforço teórico singular, que problematiza a docência universitária e o desenvolvimento profissional por meio da análise do processo formativo naUniversidade Federal de Pernambuco, Universidade de São Paulo, Universidade Vale do Itajaí, Universidade Comunitária da Região de Chapecó e Universidade de Caxias do Sul com histórias, trajetórias e estruturas organizacionais distintas, sendo duas públicas, uma na Região Nordeste e outra na Sudeste, e três comunitárias, na Região Sul.
As abordagens indicam o processo de expansão da educação superior, a natureza e especificidade do trabalho docente nesse nível de ensino e, particularmente, o desenvolvimento dos profissionais nos programas específicos, adotados pelas cinco universidades. Há uma riqueza de temáticas que suscita a emergência de outras questões sobre a atuação e o desenvolvimento profissional do docente.
O conjunto dos artigos não perde de vista que o desenvolvimento profissional dos professores da educação superior é muito mais amplo e se vincula ao complexo ensino, pesquisa e extensão, ao acesso a diferentes espaços e linguagens, à interação e inserção desses profissionais em outros espaços e dinâmicas formativas.
Assim, os textos estabelecem um olhar sobre a atuação profissional, seus eixos, simulacros, potencialidades sob a ótica da formação pedagógica, o que remete a um conjunto de outras indagações sobre a relevância e os limites da institucionalização das experiências do docente, seu pensar e fazer político na universidade.
Os autores advertem, com propriedade, para os limites intrínsecos aos programas de desenvolvimento nas instituições quando afirmam que "a existência de um Programa por si só não é suficiente para responder com qualidade à superação das fragilidades oriundas da formação pedagógica dos docentes que, muitas vezes, se tornam professores a partir das referências dos professores que tiveram e no pragmatismo de seu próprio cotidiano. Algumas questões norteadoras são importantes para definir a concepção e o compromisso de educação a que se propõe um Programa dessa natureza, como qual o tipo de formação necessária ao professor e que saberes, além do conhecimento da disciplina, ele precisa ter".
A essa advertência acrescento as questões macroestruturais, como as alterações no mundo do trabalho e da produção, e a especificidade da educação superior no País, a lógica expansionista, a complexidade das IES analisadas,os diferentes campos de saber, os processos de trabalho e respectivos planos de carreira e remuneração, incluindo as condições objetivas, como regime de trabalho, salário, exigências e dinâmicas institucionais etc.
Ao destacar a importância desses estudos para a apreensão dos cenários institucionalizados de formação e sua contribuição para a organização e atuação do profissional docente, especialmente na dimensão didático-pedagógica, chamo a atenção para o necessário debate sobre as questões mais estruturais que informam esses processos. Ao lado da investigação sobre a importância e institucionalização de programas de desenvolvimento profissional de docentes da educação superior, seus pressupostos teórico-metodológicos, suas características organizacionais e práticas formativas, bem como suas diferentes modalidades, não se deve perder de vista que as análises contribuem para o deslindamento das opções institucionais e suscitam novas investigações, de modo a apreender outros processos que interferem nas complexas e dinâmicas bases de trabalho do docente da educação superior e também no horizonte de sua atuação pedagógico-didática.
A problematização das condições de formação e profissionalização, observando-se os programas de desenvolvimento profissional de docentes das cinco universidades, interliga-se a outras dimensões, sem prescindir, contudo, da visão crítica sobre os processos formativose as concepções que os norteiam. As análises efetivadas contribuem para a problematização e avaliação dos processos e percursos de formação adotados pelas Universidades.
Os processos de formação permitem apreender, por meio das cinco propostas, as concepções norteadoras e os objetivos, os interesses em disputa, as dinâmicas formativas, os limites e potencialidades no pensar e fazer político-pedagógico da ação docente. Uma concepção ampla de formação pedagógica requer, pois, uma articulação entre ela e as políticas educacionais como construção coletiva. Implica, também, resgatar as experiências das IES, considerando ainda as políticas de formação e os processos de organização e gestão educacional. Situa-se aí a organização da educação nacional, cujo norte político-pedagógico deve considerar a riqueza e a diversidade de experiências, as condições e especificidades com as quais se realizam processos formativos, observando a garantia de parâmetros de qualidade e indicando perspectivas pedagógicas centradas em uma sólida concepção de educação, cultura e gestão educacional. Tudo issoremete, portanto, às condições sociais e econômicas, incluindo as políticas e a gestão para a educação superior no País , o que não é pouca coisa, neste momento de grandes transformações.
A leitura deste livro, nesse contexto, é um convite à reflexão e, desse modo, contribui para a avaliação das políticas e programas de desenvolvimento profissional adotados nas Universidades.

Luiz Fernandes Dourado
Professor Titular de Políticas Educacionais - UFG

capa

Mais Visualizações

Detalhes

SUMÁRIO

  • Agradecimentos
  • Prefácio
  • Introdução
  • 1- O programa de desenvolvimento profissional docente na UFPE: Concepção, organização e expectativas
  • 2- A Universidade de São Paulo: articulação do ensino e da pesquisa na docência
  • 3- UNIVALI: valorização e desenvolvimento profissional dos seus docentes
  • 4- Superando resistências, construindo caminhos: O programa da UNOCHAPECÓ
  • 5- Concretizando políticas para o desenvolvimento profissional docente: a proposta da Universidade de Caxias do Sul
  • Considerações Finais
  • Autoras

Informações Adicionais

Autor (es) / Organizador (es) Ilma Passos Alencastro Veiga - coord.
Editora (s) Junqueira&Marin Editores
ISBN 978-85-8203-014-1
Área (s) / Assunto (s) Ensino superior, Formação de professores, Propostas de formação, Política educacional.
Edição / Ano 1ª / 2012
Nº de Páginas 208
Acabamento / Formato brochura - costurado e colado / 14cm x 21cm

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.